Páginas

domingo, 29 de novembro de 2015

Jovens Aprendizes do SENAC constroem brinquedoteca para crianças do bairro Beija Flor

Olá pessoal!  Seguindo com as postagens da semana eu (Joelma) e minha equipe (Elen e Elizete), daremos continuidade as nossas postagens minha ultima postagem pois estamos na reta final,estou de coração partido :( .

Então, meus queridos na última terça-feira (24/11/15), as turmas do Jovem Aprendiz (SENAC de Guanambi), participaram da culminância do projeto "Jovens Aprendizes do SENAC constroem brinquedoteca para crianças do bairro Beija Flor", orientado pela professora Deicy Mendes na Disciplina de EmpreendedorismoComo nós tripulantes da LLM estamos sempre em busca das atividades que promovem a cultura social, não poderíamos deixar de compartilhar com vocês as ações desse significativo projeto.




Os  Jovens Aprendizes  montaram uma brinquedoteca na Associação dos Moradores do Bairro Beija Flor aqui em nossa cidade, essa brinquedoteca será fixa e  ficará a disposição das crianças. Omg uma brinquedoteca! Isso é fantástico leitura é tudo de bom!!! 0/  

Sendo o projeto uma iniciativa da professora Deicy para ser desenvolvido na  Disciplina de Empreendedorismo  junto com Os  Jovens Aprendizes, a maior parte dos brinquedos e jogos educativos foram construídos pelos mesmo durante os seus encontros semanais no SENAC de Guanambi.




Além do acervo construidor pelos Jovens Aprendizes,  os mesmos foram em busca de doações de livros e brinquedos para que  que esse acervo atendesse um número maior de  crianças beneficiadas. Os alunos da Escola Maria Regina do Bairro Beija Flor receberam de presente, além da Brinquedoteca, uma tarde de alegria recheada de brincadeiras, lanches, e presentes, proporcionada pelos Jovens Aprendizes, que se fantasiaram e fizeram a alegria da molecada. Dessa forma foi uma tarde muito prazerosa. Nada é mas lindo e compensador que o sorriso das crianças! .




Espero que tenham gostado do que trouxemos hoje para compartilhar com vocês! Deixem seus comentários aqui, dizendo-nos o que acharam dessa solidária iniciativa dos Jovens Aprendeizes do SENAC de Guanambi/BA. Nossa linda e amada cidade!

Beijos, queridos tripulantes, amigos e visitantes! Bye Bye!!!  :)


sábado, 28 de novembro de 2015

Desafio Letra Mente: Minhas comidas preferidas são:

Olá Leitores e visitantes do LLM,

Eu (Joelma) e minha equipe (Elen e Elizete) começamos nossas postagens  semanal pelo desafio da semana, cujo tema foi "Minhas comidas preferidas são: ".

Escolher 5 tipo de comidas preferidas pode parecer fácil, mas não é. Mesmo porque, quando se refere a pratos preferidos vem mil e uma coisa em mente, fica um pouco complicado pois é um pouco vergonhoso assumir nossas gulas :p. Mas convenhamos, comida e tudo de bom! Quem é que não gosta de comer?

Essas são as respostas do desafio  da minha coleguinha de equipe, Elizete. Vamos conferir!! 

1°) Arroz de forno: Me lembro de quando eu era mais nova a minha querida mãe  preparava este belo prato que por sinal e muito saboroso. 



 imagem do google


2°) Costela com Mandioca : Além de ser um prato tradicional e uma delicia para ser apreciado em um almoço com a família.



 imagem do google



3°) Feijão Farofado : Esse é essencial para os fins de semana! Além de ser de preparo rápido e fácil, com os tempero baianos então, não tem quem resista.  Hummm!!!!!



 imagem do google


4°) Salada de Maionese: Essa não poderia faltar pois é rica em muitos nutrientes, muito saborosa e feita com amor então, dificil é dar pra todo mundo! :D

 imagem do google



5°) Feijoada:  Amo!!! Porque tem de tudo um pouco e isso garante um sabor sem igual e  por ser mais uma das tradições da culinária baiana é indispensavel que a feijoada baiana faça parte dos momentos mais importantes de todo bom baiano.



  imagem do google



Então, esse foi desafio de Elizete. E vocês, quais são suas comidas preferidas? Adorariamos saber! :)

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Socialização das últimas produções da tripulação LLM em 2015

Piuí  Piuí, galerinha que viaja a bordo da LLM!

E aí vamos compartilhar momentos?! Passo hoje para fazer o registro da nossa vigésima terceiraa oficina de leitura e letramento “Socialização das últimas produções da tripulação LLM em 2015”,  que aconteceu no último dia 24 de novembro de 2015 e para convidá-los a interagir aqui conosco.

É isso mesmo, galerinha e amigos! Esse é o nosso último encontro de 2015 à bordo da LLM, como alguns alunos do 3º Ano parafrasearam “A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar!” Para dissuadi-los, lembrei-lhes que nossa tripulação se juntará aos alunos das outras oficinas e faremos uma viagem inesquecível para nos divertirmos muito, todos juntos. Acho que consegui! :p

Pois, assim que nossa locomotiva avançou no ritmo café com pão, avistamos a paisagem do desafio da semana “Minhas comidas preferidas são...” Então já podem imaginar, né?! Comida rouba a cena em qualquer situação.  A cada depoimento dos tripulantes era um salivar torturante  pelas gostosuras. Alguém disse “Ai!!!! Essas paisagens tá dando uma fome!” “Olha a sugesta!” Retruquei!!!


Bye,turma ProEMI 2015!
Locomotiva avançando logo estávamos percorrendo as paisagens dos trabalhos produzidos pelos tripulantes durante os últimos dias. Um dos temas vocês poderão comtemplar ainda nessa publicação. Passamos pelos cenários das percepções dos tripulantes sobre o filme O Pequeno Príncipe, teremos um momento para apreciá-los depois. Aqui abaixo vocês comtemplarão as paisagens fotográficas em seus diferentes temas numa produção em videos by Tripulação LLM. Lindas paisagens,  muitas leituras!!
video

video
Agora sim, não tinha mais como enganar a tripulação, pois o cheirinho do pão di quêjj prometido invadira a nossa locomotiva e assanhou as lumbrigas da tripulação. O jeito foi convidar o chefe à embarcar e atravessar esse trecho tipicamente minerim apreciando a paisagem pão di quêjj e café ducimHum!! Trem bom, sô!!! :D

Desse cenário de gostosura partimos para outra não muito diferente, pois atravessamos um longo trecho absortos nas belas paisagens que nos revelavam as dinâmicas “Leitura labial” e “Uma única palavra”. Letramento e diversão formavão uma dupla tão perfeita enquanto a locomotiva passava pelas paisagens que beirava as 18 horas e a tripulação se negava a  desembarcar, pois divididos entre equipe A e B eles alternavam a vez e matavam seus colegas de rirem com as absurdas leituras labiais que faziam , mas surpreendiam, também, nas vezes que conseguiam ler os lábios dos seus “adversários”, que liam frases dos mais variados gêneros textuais selecionadas previamente ou na agilidade ao responderem com uma única palavra aos questionamentos que eu lhes dirigia.

Enfim, as paisagens dessa última viagem, tanto contribuíram com o letramento, quanto com a diversão dos tripulantes. Como competição exige prêmio para os ganhadores nos momentos que antecederam o “Piuííííí!!!"  do desembarque a equipe vencedora ganhou e compartilhou com seus amados “adversários” deliciosos bombons. Ôh tarde recheada de gostosuras!!! 

Bye-bye, amigos e tripulantes!!!


Made with Slideshow Embed Tool

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Tripulação LLM embarca No letramento fotográfico

Piuí  Piuí, galerinha que viaja a bordo da LLM!

E aí vamos compartilhar momentos?! Passo hoje para fazer o registro da nossa vigésima segunda oficina de leitura e letramento “Tripulação LLM embarca No letramento fotográfico” que aconteceu no último dia 17 de novembro de 2015 e para convidá-los a interagir aqui conosco.

Tripulação a postos, lá fomos nós comandando a LLM rumo aos destinos planejados para que ao contemplarmos cada paisagem desse letramento dele pudéssemos absorver o máximo possível. Assim, logo após “botarmos” fogo na fornalha  avistamos a paisagem da dinâmica “Regra oculta”. Resultado? Feitiço contra o feiticeiro :D, descontração e animação até avistarmos a paisagem seguinte.



Nessa parte da viagem os tripulantes foram incitados a falarem o que sabiam/achavam do gênero textual fotografia. Após suas colocações, passamos à leitura do texto “Letramento visual: a fotografia no ambiente escolar”, seguido das fotos de Sebastião Salgado com suas intrigantes temáticas, o que suscitou nossas reflexões sobre cada uma delas.

Para nos aproximarmos cada vez mais do letramento em fotografia traçamos uma rota onde contemplamos as paisagens contidas nos vídeos “História da fotografia” “Importânciada fotografia” e Programa Artefato -Fotografia - TV Unesp . Ao contemplarmos suas últimas imagens nossa locomotiva estava na estação intervalo. Hora de água, banheiro e lanche para seguirmos na viagem da tarde.

De novo aos trilhos avistamos os cenários curiosos e críticos que as lentes de muitos fotógrafos, mundo a fora, conseguiram capturar e que serão eternas fontes de letramento ‘à humanidade. Com base no conteúdo dos vídeos e do material impresso já citado, fizemos nossas reflexões enquanto a locomotiva nos transportava de um cenário fotográfico que possuía diferente temática ao outro.

Nossa viagem se aproximava do final, então conversamos a respeito de uma produção que os tripulantes farão sobre o letramento por meio da fotografia. Cada uma das cinco equipes sorteou uma temática sobre a qual irão fotografar e na sequencia irão fazer um vídeo com trilha sonora para ser socializado entre os colegas tripulantes e depois postado aqui no LLM para que todos possam apreciar o resultado desse trabalho. Concluíamos nossa conversa quando ouvimos o piuí de desembarque.

Até breve, amigos! Aguardem as produções dos tripulantes e interajam aqui conosco nos comentários!

Célula coméstivel: delícia!!!

Olá, queridos tripulantes e amigos!!

Olha nós aqui de novo para dar continuação às postagens semanais!

Eu (Emilly) e a minha duplinha favorita (Erika e Ana Luiza), viemos falar sobre as aulas de Biologia da turma do 1ª ano B do CEIN, que ocorreu nesta terça e quarta. Esta aula teve como tema principal as células e como elas se dividem em classe.  São elas: a célula procarionte (bactérias) e eucarionte (célula de animais e vegetai

O objetivo dessa aula, foi mostrar para todos o que se tem dentro das célula e quais são as suas funções, e foi isto o que aconteceu, pois a turma foi divida  pela nossa professora e orientadora Danyelle Nogueira, em 4 grupos e cada um com sua respectiva célula ficou na incumbência de preparar-la. Isso mesmo! Se formos falar da empolgação dessa turma quando soube que a célula teria que ser coméstivel OMG, ficaremos aqui o resto da semana  para lhes  expôr todos os detalhes. Hiperbole? Um pouquinho... mas, os alunos estavam, de fato, muito  animados com a proposta.


A primeira célula apresentada foi a eucarionte, representada por duas equipes: uma a célula vegetal e outra a célula animal.
- Possuem estrutura celular mais complexa do que as procariontes;
- Apresentam membrana plasmática, responsável pela troca de substâncias com o meio externo e proteção;
- Apresentam várias organelas no citoplasma, responsáveis por realizar diversas funções na célula. As organelas são: Mitocôndria, Complexo de Golgi, Centríolos, Ribossomos, Lisossomos e Retículo Endoplasmático Liso e Rugoso;
- O material genético (material cromossômico) fica dentro do núcleo (envolvido por uma membrana), portanto, separado do citoplasma.
Exemplos de seres vivos eucariontes:
- Animais
- Vegetais
- Protozoários
- Fungos
- Algas (exceto as algas azuis)


Célula Animal




Célula Vegetal




Olhem o entusiasmo das meninas!!!

 A segunda foi a célula procarionte, também apresentada por outras duas equipes
Elas surgiram há bilhões de anos, portanto são primitivas e possuem estrutura mais simples em relação aos eucariontes. Estas células, não possuem núcleo separado. Desta forma, o DNA (ácido desoxirribonucleico) fica solto no citoplasma.
Exemplos de seres vivos procariontes:
- Bactérias
- Cianobactérias (algas azuis)

























Curiosidades: Você sabia?

Os vírus não podem ser classificados como seres eucariontes ou procariontes, pois não possuem células. Este tipo de classificação depende da presença de células no organismo.

Galerinha espero que tenham gostado dessa nova viagem rumo às descobertas biológicas com essas gostosuras. Ah! O que aconteceu com as células ao término da aula? Advinha?! kkkk

Quero que todos vocês voltem para a nossa próxima viagem; Ok?!!

Até Logo!!!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Muay Thai a arte das oito armas

Olá galerinha do LLM, estamos  de volta depois de algumas semanas né?
Sentiram nossa falta? Hum?!! Espero que sim! Rsrs!  Porque nós sentimos!!
Eu(Emilly) e minha aquipe (Ana Luiza e Erika), estaremos dando continuidade as postagens da semana.Essa semana iremos falar um pouco de uma arte marcial, que vem dando o que falar na sociedade,  o Muay Thai.
Muay Thai (em tailandês: มวยไทย; RTGS: muai thai; AFI[muɛ̄j tʰɑ̄j]; lit. "boxe tailandês")

 "a arte das oito armas"

Origem:
 É uma arte marcial originária da Tailândia, onde é considerado desporto nacional. Esta disciplina física e mental que inclui golpes de combate em pé, é conhecida como "a arte das oito armas", pois caracteriza-se pelo uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés, estando associada a uma boa preparação física que a torna uma luta de contato total bastante eficiente.

Opinião das meninas em relação a este tipo de luta:

Muay Thai – A queridinha das meninas é originalmente utilizada para defesa pessoal. Os praticantes usavam cordas enroladas nas mãos e, com o tempo, foram substituídas por luvas. Esta arte marcial usa um combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés. Queima até mil calorias em uma aula com duração entre uma hora e uma hora e meia.

Fizemos uma entrevista com o professor de Muay Thai, Mozart. O objetivo é matar algumas curiosidades sobre esse esporte que vem ganhado adeptos. Vamos conferir?! 

LLM: Qual a finalidade desse tipo de arte marcial na vida das pessoas?

Mozart: Ajuda no condicionamento físico devido a intensidade dos exercícios, na coordenação motora e na auto estima, uma vez que o praticante de muay thai aprende a superar seus limites e a confiar mais em si mesmo.

LLM: Com quantos anos se pode praticar?

Mozart: Não existe idade,  uma vez que na Tailândia as crianças começam muito cedo, participando de lutas com 7 anos, e acaba se profissionalizando pouco tempo depois. Pode se treinar a partir dos 4 ou 5 anos. Assim que a criança começa a andar.. é claro que com um treino específico a idade.

LLM: A quem se deve mais respeito? Por que?

Mozart: O respeito no Muay Thai é direcionado a todos do mais forte ao mais fraco, do mais graduado ao menos graduado, do mais velho ao mais novo, do seu colega de treino ao seu amigo de infância, aprende-se a respeitar todas as pessoas em geral, no entanto durante o treino deve-se respeitar primeiro o mestre ou professor, na ausência do mesmo, o colega mais graduado.

LLM: Existem regras? Quantas e quais?

Mozart: Sim, existem regras e muitas citarei algumas:

. No que envolve a luta em si;
. O combate na competição;
. Existem áreas do corpo que não podem ser atingidas;
. Existe uma divisão de peso.

LLM: O que os alunos falam sobre essa luta?

Todos falam que é maravilhosa pois ajuda no físico, na auto concentração e em muitas outars coisas.

Como aluna, eu concordo com o que os demais alunos afirmam e aconselho "Façam também!" E para fechar com luvas de boxe de ouro rsrs, logo abaixo vocês poderão apreciar  algumas fotos do Seminário de Muay Thai da nossa academia Sparta Thai boxing Guanambi-Caetité

 
 

Queridos, amigos e tripulantes espero que a viagem tenha sido legal e espero todos na próxima estação...
Tchau! Tchau!!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Tripulação LLM Assiste O Pequeno Príncipe – 2015

Piuí  Piuí, galerinha que viaja a bordo da LLM!

E aí vamos compartilhar momentos?! Passo hoje para fazer o registro da nossa vigésima primeira oficina de leitura e letramento “O Pequeno Príncipe – Filme 2015” que aconteceu no último dia 09 de novembro de 2015 e para convidá-los a interagir aqui conosco.

Antes dos detalhes desta oficina, vale lembrar que a vigésima oficina foi reservada para que os tripulantes se dedicassem à leitura da obra do Pequeno Príncipe como ficou acordado na nossa última viagem para que estivessem contextualizados com o tema da oficina em questão no momento.


Na data aqui mencionada embarcamos com o objetivo de sermos guiados pelas personagens do filme “O Pequeno Príncipe 2015”, mas antes de embarcarmos nessa história, socializamos o desafio da semana “Fico sem graça quando...”. E assim iniciamos a viagem desta tarde, contemplando as paisagens que desconcertam os nossos tripulantes. São esses momento de um papo descontraído que nos aproximam a cada dia, pois assim temos a oportunidade de nos conhecermos melhor.

E foi nesse clima de risos e descontração que avistamos a paisagem apresentada a nós pela doce menininha que nos encantou com sua história que tantas vezes pareceu ser a nossa. Não demorou para aparecer o aviador que fez tanto a vida da menininha mudar seu curso e cor, como nos cativou com o seu jeito descontraído e carismático, garantindo assim a nossa curiosidade e vontade de nos perdermos nas lindas e emocionantes paisagens que aquela dupla nos apresentaria.

A forma como as histórias do livro, da menininha e do que se tornou O Pequeno Príncipe se relacionam nos evidencia o tempo todo. Nas paisagens do filme, a nossa identificação com o que vive as personagens é o que garante a atenção e reflexão de quem o assiste. Foram muitas as paisagens que nos reservaram as 1h e 30m de filme. Vale a pena conferir!

Saindo das paisagens do filme passamos a contemplar e entender as da proposta, sobre o filme, lançada à tripulação e que em breve vocês conhecerão aqui no LLM por meio de uma publicação. Apresentação das tarefas reservadas a cada equipe concluída, ainda tivemos tempo para apreciarmos as paisagens do vídeo “ O que é importante para você? 50 pessoas, uma pergunta” e aproveitarmos as reflexões suscitadas pelo mesmo para estendermos a questão aos tripulantes. Excelente interação e significativas paisagens nos relatos dos tripulantes!

Foi então que ouvimos o Piuííííí! Hora do desembarque com uma significativa bagagem proporcionada pelo filme.

Beijos, queridos tripulantes e amigos!!!


  

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Lançamento do Projeto Livro de Rua

Olá galerinha! Eu (Samara) e minha equipe (Letícia e Julia) estamos de volta pra deixar vocês a par de um evento ocorrido aqui em nossa cidade no dia 29/11, que por não mera coincidência é, também, Dia Nacional do Livro. Nesse evento houve interação de muitas pessoas em diversas faixas etárias e envolvimento cultural da sociedade Guanambiense.




O Projeto Livro de Rua é uma iniciativa dos membros da Academia Guanambiense de letras que tem o propósito de possibilitar a leitura para os mais variados públicos, ocasionando assim, a inserção de todosos cidadãos Guanambienses ao mundo dos livros que tantos benefícios podem lhes proporcionar. Em uma das placas exposta no local do evento, lia-se: “ Queremos aproximar livros sem leitores de leitores sem livros”.

Tudo se deu da seguinte forma: Durante alguns meses, os idealizadores do projeto distribuíram, em toda a cidade, caixas onde as pessoas colocariam livros que seriam doados para o projeto, para assim, outras pessoas  terem contato com eles e  poderem partilhar dos aprendizados e emoções vividos pelas  personagens de cada história, pois assim os livros cumprem os seus papeis em relação aos que por eles se deixam afetar...


Durante a realização do evento contamos com a participação de pessoas que foram de suma importância para a socialização desse significativo projeto, tais como: Gil Martins, nosso poeta, musico e colaborador com as causas sociais da nossa cidade, responsável pela música e entretenimento durante a realização do evento. Escritores da nossa região que marcaram presença , manifestaram apoio ao projeto e aproveitaram do momento para deixar claro à sociedade como o projeto em questão estaria favorecendo a comunidade Guanambiense, além recitaram belíssimos poemas para todos os presentes.




Diversas pessoas  que estiveram presentes no evento, aproveitaram para já escolherem seus livros e os levaram para casa e enquanto escolhiam o primeiro, já faziam planos  sobre o que pegariam da próxima vez.

É a partir de exemplos como esse que percebemos, dentro de uma comumidade,  o impacto real de iniciativas nobres como essa . Só nos resta ficarmos na torcida para que os cidadãos saibam valorizar essa importante ação dos nossos ilustres membros da Academia Guanambiense de Letras. E assim fazer com que o Projeto Livro de Rua cumpra a sua missão e se firme para oportunizar o primeiro contato  de uns com a leitura, o aprimorar esse hábito de outros e o melhorar de todas as vidas que a ela se entregarem.




P.S: Há uma entrevista com a Professora Lajucy que é membro da Academia Guanambiense de Letras   aqui no LLM. Leiam-na  aqui para saberem mais  detalhes sobre o Projeto! ;)

Beijos, queridos leitores do LLM!